Polícia

No Pará 111 detentos não retornaram às casas penais após as festas de final de ano

De acordo com a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) 111 detentos não retornaram às casas penais após as festas de final de ano. Mesmo assim, o Estado registrou o menor índice de evasão durante a saída temporária de Natal e Ano Novo, dos últimos três anos. 1.568 detentos custodiados na Região Metropolitana de Belém e de 14 centros de recuperação localizados nos municípios do Pará receberam o benefício neste ano.

O não retorno corresponde a 7,07% do total beneficiado. As saídas ocorreram no dia 24 de dezembro para presos do interior e dia 25 para detentos da RMB. O prazo para retorno foi de sete dias.

No ano de 2015, 1.238 internos saíram temporariamente e 208 não retornaram (16,8%). Já em 2016, dos 1.158 detentos, 137 foragiram (11,83%). Em 2017 foi o ano em que mais detentos foram contemplados para os últimos festejos do ano e o que teve o maior índice de retorno.

A saída temporária é um benefício concedido pela justiça previsto na Lei de Execuções Penais a presos que cumprem pena no regime semiaberto, apresentam bom comportamento e que já tenham cumprido um sexto da pena, pelo menos. Por ano, são previstas cinco saídas temporárias: Semana Santa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Círio de Nazaré e Festas de Final de Ano (Natal e Ano novo).

Fonte Agência Pará

Show More

1 thought on “No Pará 111 detentos não retornaram às casas penais após as festas de final de ano”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close