PolíticaRedenção

Justiça Eleitoral julga improcedente denúncia contra o prefeito de Redenção Carlo Iavé

Na última quarta-feira (1) o prefeito de Redenção, Carlo Iavé (PMDB), esteve no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em Belém, onde acompanhou o julgamento de recurso de uma ação contendo 11 denúncias de crimes eleitorais que teriam sido praticados durante a campanha de 2016.

Os desembargadores do TRE rejeitaram por unanimidade o pedido de cassação da chapa liderada pelo prefeito eleito Iavé e seu vice, Marcelo França Borges (PSD).

Dentre as 11 denúncias contidas na ação, somente sete foram analisadas pelo relator do processo, o desembargador Alexandre Buchacra Araújo. Uma das denúncias é que Iavé, como prefeito teria instalado placas de propaganda institucional em período vedado. No julgamento de primeira instância ocorrido em Redenção, a justiça não cassou a chapa, mas aplicou uma multa de R$ 250 mil. No julgamento do recurso em Belém, o prefeito foi absolvido da cassação e a multa foi reduzida para R$ 150 mil.

A denúncia foi feita pelo PSDB e pela coligação que apoiou a candidatura de seu concorrente, Mário Moreira, derrotado nas urnas. Os advogados de acusação disseram que vão recorrer para que a justiça julgue as quatro condutas que não foram analisadas.

Por Lourivan Gomes/ Jornal A Notícia.

Show More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close