Saúde

Harmonização Facial uma nova tendência, melhora autoestima e devolve a jovialidade ao rosto.

A simetria facial tão desejada por muitos pode ser conquistada com procedimentos estéticos menos invasivos e realizados no consultório odontológico. Isso porque há cerca de 6 anos, o Conselho Federal de Odontologia (CFO) autorizou a classe a utilizar a toxina botulínica para tratamentos estéticos em toda a face.

Muito falada atualmente, a harmonização facial é a junção de um ou mais procedimentos que buscam ressaltar a estética facial. Essas interferências podem ser desde aplicação de toxina botulínica (botox), preenchimentos e fios de sustentação absorvíveis, a até mesmo procedimentos maiores, como o lifting de rosto, rinoplastia e bichectomia (retirada de bolas de gordura do interior da boca).

De acordo com o CFO , a área anatômica de atuação clínico-cirúrgica do cirurgião-dentista  inclui  toda a face.  Assim, a harmonização facial, consiste em um conjunto de procedimentos que tem como objetivo melhorar a autoestima do paciente com pequenas intervenções, além de devolver a jovialidade ao rosto.

A simetria facial é um dos principais fatores que fazem com que a beleza seja reconhecida, diz a Dra. Dayana Dantas.

Para a cirurgiã-dentista, Dayana Dantas, da Odonto Prime em Xinguara, especialista em harmonização facial, quando se alia tratamento dentário a um procedimento estético, o resultado fica mais natural. “Antes nós fazíamos as correções nos dentes dos pacientes e sentíamos que ficava faltando algo, como se a moldura não se encaixasse no quadro que acabamos de pintar. Agora, com todo o tratamento e a harmonização facial o resultado é bem melhor” ressaltou. Ela defende que a busca do conhecimento é indispensável para realização dos procedimentos.

Tratamentos

De acordo com a médica, a avaliação do paciente é individualizada e se faz necessário para o diagnóstico da necessidade das intervenções. “Os pacientes nos procuram para corrigir algumas características do rosto que incomodam, ou até mesmo, o rejuvenescimento através dos preenchimentos. O resultado é estético e psicológico, pois a autoestima do paciente se eleva” afirmou.

Ela lembra que os procedimentos estéticos  não são cirúrgicos, que se faz uso da anestesia local, e que na maioria dos casos os resultados são mediatos e sem traumas. “A recuperação é tranquila o paciente sai do consultório e retorna as suas atividades diárias sem nenhum desconforto. A minha orientação é sempre corrigir imperfeições mantendo o aspecto natural do rosto” finaliza.

 

Mayrla Lima

Show More
Close